quinta-feira, 20 de abril de 2017

sábado, 9 de julho de 2016

COMO REALIZAR UMA CERIMÔNIA DE CASAMENTO EVANGÉLICO


ORIENTAÇÕES GERAIS DE COMO REALIZAR UMA CERIMÔNIA DE CASAMENTO EVANGÉLICO

O QUE NÃO É UMA CERIMÔNIA DE CASAMENTOa) Ainda que nela se cultue a Deus, a cerimônia de casamento, em si, não é um culto.b) Ainda que nela haja muitos crentes, a cerimônia de casamento, em si, não é a igreja reunida.c) Ainda que ela seja um momento de felicidade, a cerimônia de casamento, em si, não é uma festa.d) Ainda que ela termine num bom ambiente de amizade, a cerimônia de casamento, em si, não é uma reunião informal.
O QUE É, ENTÃO, UMA CERIMÔNIA DE CASAMENTO?
– 
Melhor perguntando: O que é uma cerimônia de casamento evangélica?
a) É o momento em que o casal sela sua aliança de amor.b) É o momento em que a família, a igreja e a sociedade são solenemente informados do contrato matrimonial que foi celebrando.c) É o momento em que todos, numa só voz, pedem a bênção de Deus sobre o casal.

ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS DE COMO REALIZAR UMA CERIMÔNIA DE CASAMENTO EVANGÉLICO
1. COMBINE TODOS OS DETALHES COM OS NOIVOS   a) O celebrante deve conversar com o casal antes do casamento para inteirar-se da maneira como eles esperam que a cerimônia seja realizada (a ordem de entrada, as músicas que serão tocadas e cantadas, as participações especiais etc.).   b) Se houver algum ponto em que o celebrante não concorda, devido às suas convicções pessoais, deve ser honesto com os noivos e encontrar uma solução. Se não houver acordo, peça, gentilmente, para ser dispensado da tarefa, explicando-lhes os motivos.
2. DOMINE O AMBIENTE    a) Estando tudo acertado, obtenha dos noivos autoridade para ajeitar o ambiente, se for preciso.
    b) Se a cerimônia for realizada num ambiente alternativo, como num restaurante, por exemplo, exija que todas as cadeiras fiquem dispostas em filas, como num ambiente de igreja (jamais permita que sejam colocadas em círculo, pois, nesta posição, as pessoas fatalmente ficarão conversando umas com as outras durante a cerimônia, atrapalhando). Uma ideia bastante eficiente é colocar um aviso em todas as mesas pedindo que a posição das cadeiras sejam mantidas até o final da cerimônia.
    c) Chegue meia-hora antes para verificar o sistema de som, a posição da mesa, do genuflexório etc.
    d) Antes de iniciar a cerimônia, verifique mais uma vez a posição das cadeiras, pois, infelizmente, algumas pessoas parecem ter prazer em tumultuar casamento evangélico. Seja firme neste ponto e em qualquer outro que você perceba que poderá gerar problema.
3. COMO INICIAR A CELEBRAÇÃO?   a) Fique em pé no local onde você irá celebrar a cerimônia.   b) Espere que entrem todos os participantes (padrinhos, crianças, pais, noivo, noiva etc.)   c) Peça que todos os presentes fiquem em pé.   d) Agradeça a presença de todos, em nome dos noivos e das famílias e diga-lhes o objetivo da cerimônia: “Estamos aqui reunidos para pedir a bênção de Deus para este casal”.       Anote o nome dos noivos (para não correr o risco de “dar um branco”).   e) Faça uma oração pedindo a bênção de Deus sobre a cerimônia, para que seja “boa, agradável e perfeita”.   f) Após a oração, leia o texto bíblico escolhido, peça que todos se assentem (exceto os noivos, é claro).
4. FIQUE DENTRO DO ROTEIRO QUE FOI COMBINADO    a) Após a leitura bíblica, geralmente há a apresentação de uma canção ou hino, mas se não houver, siga o roteiro.
    b) Não improvise nada, fique dentro do que foi combinado.
    c) Faça tudo com simplicidade e bom gosto.
    d) Apresente a mensagem que Deus colocou em seu coração.
5. ESCOLHA UMA MENSAGEM APROPRIADA PARA A OCASIÃO    – Evite temas polêmicos.
    – Evite temas teológicos.
    – Evite falar de divórcio.    – Evite mensagens evangelísticas.    – Evite falar demais (se você estiver bem preparado, uma boa mensagem de 10 a 15 minutos será mais que o suficiente).    – Evite falar de você mesmo, da sua família ou do seu casamento.    – Evite ficar dando conselhos sobre vida conjugal (isso deve ser feito nas reuniões com o casal, antes do casamento). 
As mensagens adequadas são aquelas que falam de amor, da alegria de uma vida a dois, da certeza da vitória etc.
6. O MOMENTO DOS VOTOS    Há várias maneiras de se conduzir este momento.    – Alguns noivos fazem seus votos voluntariamente e sem anotações.
    – Outros, trazem seus votos escritos para ler neste momento.
    – No entanto, o mais comum é o celebrante ler os votos para os noivos repetirem.
    – Somente peça para os noivos declararem sozinhos os seus votos matrimoniais se isso foi combinado anteriormente (nada de improvisação em casamentos, pois todos estão ansiosos ou nervosos e improvisações certamente vão dar errado).
    – Leve os votos escritos, de preferência já com o nome completo dos noivos.    – Leia devagar e pausadamente, respeitando os pontos e vírgulas, com a entonação solenemente adequada (ensaiar em casa e pedir para alguém nos corrigir é uma prática muito saudável).    – Ao final de cada voto, garanta que todos ouçam o “SIM” dos noivos. Se um deles falar muito baixo, peça gentilmente para repetir.
MODELO DE VOTOS DE CASAMENTO
OS VOTOS DO NOIVO
         “[Pronuncie o nome completo do noivo]… estás disposto a prometer diante de Deus e de todos aqui presentes a tomar a esta mulher [pronuncie o nome completo da noiva] por tua legítima esposa, para viveres com ela segundo foi ordenado por Deus? Prometes amá-la, honrá-la, consolá-la e conservá-la, tanto na saúde como na enfermidade, na prosperidade como em seus sofrimentos, e te conservares exclusivamente para ela enquanto ambos viverem?”
OS VOTOS DA NOIVA
         “[Pronuncie o nome completo da noiva]… estás disposta a prometer diante de Deus e de todos aqui presentes a tomar a este homem [pronuncie o nome completo do noivo] por teu legítimo esposo, para viveres com ele segundo foi ordenado por Deus? Prometes amá-lo, honrá-lo, consolá-lo e conservá-lo, tanto na saúde como na enfermidade, na prosperidade como em seus sofrimentos, e te conservares exclusivamente para ele enquanto ambos viverem?”

7. 
CERIMÔNIA DA TROCA DAS ALIANÇAS    a) Após os votos, geralmente há a apresentação de uma canção ou hino, mas se não houver, siga o roteiro.

    b) Pegue as alianças (geralmente elas são trazidas por crianças ou pelo noivo) e levante-as para o público ver.
    c) Faça uma brevíssima consideração sobre o significado da aliança. Ex.:
        “Aliança significa aliar-se a algo ou a alguém, intenções de acordo, pacto entre partes, convênios entre pessoas ou nações que buscam objetivos comuns. A Bíblia fala de muitas alianças, especialmente das alianças que Deus fez com a humanidade. Aqui, nesta cerimônia de casamento, estas alianças significam um compromisso voluntário, consciente e responsável estabelecido entre duas pessoas que se amam”.    d) Entregue a aliança da noiva → para o → noivo.
.       – Peça para ele repetir as seguintes palavras, enquanto coloca a aliança na mão dela:

          “Que esta aliança seja o símbolo puro e imutável do nosso amor”.
    e) Entregue a aliança do noivo → para a → noiva.
        – Peça para ela repetir as seguintes palavras, enquanto coloca a aliança na mão dele:
          “Que esta aliança seja o símbolo puro e imutável do nosso amor”.
    f) Se na hora da troca de alianças o fotógrafo não conseguiu uma boa imagem, peça para o casal repetir o gesto.
8. COMO ENCERRAR A CERIMÔNIA    a) Após a troca das Alianças, se for possível, peça para o casal se ajoelhar, convide os pais para se aproximarem, peça para que todos estendam sua mão em direção ao altar e faça uma oração pedindo a bênção de Deus sobre o casal.
    b) Depois que eles ficarem em pé, declare solenemente: “Na qualidade de Ministro do Evangelho, eu vos declaro marido e mulher”.
    c) Espere dois segundos e diga, sorrindo, a frase que todo mundo quer ouvir: “Pode beijar a noiva”.    d) Se o fotógrafo não conseguiu uma boa imagem, peça para o casal repetir o beijo.

quarta-feira, 22 de junho de 2016

O QUE É AVIVAMENTO

No dicionário Aurélio, avivamento é definido como o ato ou efeito de avivar  tornar mais vivo, mais nítido, cobrar ânimo, ficar intenso.
Mas o que avivamento significa dentro do contexto que vivemos - a igreja de Jesus?

1- Primeiramente o avivamento nos fala de "Retornar"!No Salmo 85:6 lemos: "Não tornarás a vivificar-nos, para que o teu povo se alegre em ti?" Este texto nos indica a idéia da necessidade de uma recuperação. Nos fala de sairmos de um estado de apatia e inércia, para uma vida de alegria e significado. Trás a idéia de um retorno a uma vida que só é experimentada na lembrança do passado 
 distante da realidade presente. Esta vida é possível mas foi perdida em algum lugar da existência da fé.

2- Em segundo lugar nos fala de "Restaurar"!Salmo 126:4
O avivamento restaura verdades. Restaura aquilo que um dia cremos (nossa doutrina), e vivemos (nossa prática), mas que por alguma razão abandonamos ao total desapreço. Portanto o avivamento é uma recuperação daquilo que está esquecido, obscurecido. O avivamento repara o altar da nossa vida. Restaura o nosso fervor, nosso ânimo e nossa paixão pelo Senhor do Reino e pelas coisas do Reino.

3- Em terceiro lugar avivamento nos fala de "Restituir"!Salmo 51:12
É a restituição de um entusiasmo rejuvenescido; de um andar em santidade. O avivamento é a volta de uma vida de credibilidade! Isto é mais que grandes concentrações, mais que "êxtase pentecostal", mais que uma experiência com o sobrenatural, mais ainda do que milhares de pessoas se agregando às Igrejas evangélicas. É mais que o testemunhar das mudanças sociais que ocorrem 
 novos apartamentos, novos carros, novos empregos e novas empresas. "Avivamento é uma operação do Espírito de Deus, entre seu povo". É Deus agindo em sua Igreja. É a volta do culto verdadeiro, da adoração genuína, da contrição de coração. É mais que um ensinar teórico. É a prática  a vida. É o povo pregando o que na vida já fazem!
É esta vida que o avivamento pode restituir!
Que Deus nos ajude a sairmos da "vida morta", e restaure em nós seu altar, restituindo-nos um estilo de vida coerente com o caráter Dele!

sexta-feira, 17 de junho de 2016

A BIBLIA NÃO DIZ ISSO NÃO !
Lendo a Bíblia e ouvindo os pregadores percebe-se que muitas coisas que eles falam, às vezes de maneira emocionada, convicta, são, na realidade, frutos da tradição oral, ou frutos da imaginação deles, mas não da Palavra Escrita. 




Existem no meio evangélico, ensinamentos que são transmitidos há muito, repetidos por gerações de mestres, recebidos por tradição, os quais jamais foram analisados com o cuidado necessário, à luz das Escrituras.
Tente responder as perguntas antes de ler as respostas

Qual a diferença entre o crente e o diabo?

Muito se ouvi dizer que até o diabo é crente, essa afirmação é confirmada em Tiago 2:19. Mas muitos quando pregam costumam aumentar a afirmação dizendo: "Crente até o diabo é, mas ele não obedece". Essa afirmação não condiz com:

Pois ide, ordenou-lhes Jesus. E eles, saindo, passaram para os porcos; e eis que toda a manada se precipitou, despenhadeiro abaixo, para dentro do mar, e nas águas pereceram. (Mateus 8:32)

Mas Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te e sai deste homem. O demônio, depois de o ter lançado por terra no meio de todos, saiu dele sem lhe fazer mal. (Lucas 4:35 )


Estas entre outras passagens deixam claro a obediência do diabo. Então surge a pergunta: Se o diabo crendo e também obedecendo a autoridade de Deus, então qual a diferença entre o crente e o diabo? No meu ponto de vista a diferença é que enquanto o cristão é instruído por Jesus a amar uns aos outros com Ele nos amou, o diabo só sabe odiar tanto a Deus como aos homens.


Maria Madelena foi uma prostituta?
Quando se prega sobre alguém que tenha sido prostituta na bíblia, um dos primeiros nomes que vem a mente é "Maria Madelena", e muitas vezes ouvi pessoas pregando desta forma. Mas onde está escrito que Maria Madalena foi prostituta? Tudo o que a bíblia diz sobre ela é que foi liberta por Jesus de sete demônios:

Havendo ele ressuscitado de manhã cedo no primeiro dia da semana, apareceu primeiro a Maria Madalena, da qual expelira sete demônios. (Marcos 16:9) 

Não há nenhum versículo bíblico afirmando que Maria Madalena tenha sido prostituta.


Quem lavou os pés de Jesus?
Alguns costumam até dizer que Madalena era a prostituta que lavou os pés do Senhor. Mas João deixa bem claro que aquela era a Maria irmã de Lázaro: 

Estava enfermo Lázaro, de Betânia, da aldeia de Maria e de sua irmã Marta. Esta Maria, cujo irmão Lázaro estava enfermo, era a mesma que ungiu com bálsamo o Senhor e lhe enxugou os pés com os seus cabelos. (João 11:1-2)


Quando foi que Paulo caiu do cavalo?
Quantas vezes já ouvimos pregações citando o momento em que Paulo teria caído do cavalo quando teve um encontro com Jesus. Mas onde está escrito que Paulo estava viajando em um cavalo? Em Atos 9 Lucas diz apenas que "Saulo" caiu por terra. Poderia estar a pé ou quem sabe num camelo ou jumento sei lá. Mas afirmar que ele tenha caído de um cavalo é dar um tiro no escuro.



Quantos Magos visitaram Jesus?
Mateus deixou registrado no capítulo 2 que Jesus recebeu a visita de magos vindo do oriente, quem eram eles? Gaspar, Baltazar e Belquior. Isso é o que a tradição católica diz, mas a bíblia não diz o nome nem quantos eram, nem que eles eram reis, nem mesmo que se encontraram com Jesus na manjedoura, pois quando o encontraram, Ele já tinha dois anos.





Entre as dez virgens, quantas dormiram e quantas ficaram acordadas?
Muitos quando se referem à parábola das dez virgens, chamam as virgens néscias de "virgens dorminhocas". Falando sobre as virgens sábias dizem que elas foram aquelas que ficaram despertas à espera do noivo. Isto porém, decorre simplesmente, da leitura superficial que fazem da Bíblia, pois o texto sagrado mostra que o caso foi bem diferente disto. Leia:

"E, tardando o noivo, foram TODAS tomadas de sono, e ADORMECERAM". (Mateus 25:5)


Onde a baleia vomitou Jonas?
Muitos afirmam que o peixe que engoliu Jonas vomitou-o "na praia de Nínive". Dizem também que o povo de Nínive contemplou este espetáculo insólito e, como adoravam ao Deus-peixe imediatamente aceitaram a mensagem de Jonas. Lendo a própria narrativa bíblica, você vai descobrir que tais afirmações não têm qualquer fundamento, por causa dos fatos simples a seguir:

Jonas estava no ventre de um peixe no Mar Mediterrâneo, chamado pelos povos da Antigüidade bíblica de "Mar Grande". Nínive encontrava-se muitos quilômetros para o interior da Assíria, às margens do rio Tigre (veja este mapa), o qual  não tem qualquer comunicação com o mar no qual Jonas e o peixe estavam. Logo depois que Jonas foi vomitado na praia, Deus falou novamente com ele e afirmou algo que só podia ser falado a alguém que tivesse de caminhar bastante, o que realmente aconteceu. Veja os textos e as ênfases:

"E veio a palavra do Senhor SEGUNDA VEZ a Jonas, dizendo: Levanta-te, E VAI (quem vai a algum lugar é porque ainda não está no tal lugar) à grande cidade de Nínive (a descrição demonstra que Jonas ainda nem tinha visto a cidade) e prega contra ela a pregação que eu te disse. E levantou-se Jonas, E FOI A NINIVE (é claro que ainda não estava nela), segundo a palavra do Senhor..." (Jonas3:1-3).

Mais um detalhe, a bíblia não diz que era uma baleia, mas sim um "peixe grande"


O enfermo junto ao poço de Betesda estava paralítico a quanto tempo?
O título que vem antes do Capítulo 5 do quarto evangelho é o seguinte: "Cura dum paralítico de Betesda". Este título não está correto pois em nenhuma parte do texto encontramos o termo"paralítico". Parece até que nem havia paralíticos ali.

O versículo 3 diz que ali "jazia grande multidão de enfermos; cegos, mancos e ressicados, esperando o movimento das águas. Vamos acompanhar a leitura dos versículos 5 a 7:

"E estava ali um homem que havia trinta e oito anos se achava enfermo. E Jesus, vendo este deitado, e sabendo que estava neste estado havia muito tempo, disse-lhe: Queres ficar são? O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho homem algum que, quando a água é agitada, me meta no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim".

Ora, se ele era paralítico como afirmou isto: "enquanto eu vou"? A realidade é que ele era apenas um homem enfermo e fraco. Não era paralítico. Talvez você pense que não existe importância em corrigir-se tais erros, porque não importa se ele era paralítico ou tinha qualquer outra enfermidade. Mas, importa e muito, porque ao falarmos das coisas de Deus temos que ser precisos em tudo, em cada detalhe, para evitarmos erros maiores.

Hermeneutica Biblica Basica. regras e Dicas ótimas para voce.